quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Título obscuro com significados herméticos

Vim aqui pra nada dizer, mas enigmar.

Na composição do substrato poético de minha mensagem coloco ícones e desentendimentos, misturo, embaralho, acrescento abordagens, mudo enfoques, oblitero contextos e consigo significar alucinantes conspirações.

Mas quando você me lê, está se lendo, que diferença faz a minha mensagem? Que diferença faz o meu mistério?

E quando você me escreve, com suas referências e ousadias, construções e polimentos, você escreve pra si mesmo.

Vou abandonar o obscuro, é um círculo vicioso de auto desconhecimento, uma ocultação atrás do mistério, uma clausura no hermetismo.

3 comentários:

SAN DE ALMA BREJEIRA disse...

vou usar essa tua escrita pra responder teus argumentos do meu site. Perfeito!

qoelheX disse...

Se Leu?

SAN DE ALMA BREJEIRA disse...

li